O povo perdoou; a justiça, até agora, não.

Reprodução
Reprodução

Por Fred Lima

Arruda cometeu dois graves erros em sua trajetória política. O primeiro, em 2001, com a violação do painel do Senado, quando era senador e líder do governo Fernando Henrique no Congresso. O segundo, antes de ser governador, ao ser flagrado recebendo dinheiro do delator do mensalão do DEM, Durval Barbosa.

Poucos políticos receberam tantas chances do povo como Arruda. O ex-governador sonhava em receber uma terceira chance, mas parece que a oportunidade não será dada. No entanto, a negativa não vem do povo, que, mais uma vez, por incrível que pareça, estava disposto em dar mais um voto de confiança em Arruda.

 Arruda já perdeu em duas instâncias e ao que tudo indica, a derrota será sacramentada no Supremo Tribunal Federal (STF).

Os políticos devem tomar cuidado para não cometerem erros imperdoáveis. O povo perdoa. A justiça, não.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *