Em debate, Rodrigo Rollemberg e Jofran Frejat debatem propostas de governo

Reprodução
Reprodução

Os dois candidatos que disputam o segundo turno da disputa pelo GDF participam no fim da tarde desta segunda-feira (13/10) de um debate em emissora de tevê. No primeiro bloco, Rodrigo Rollemberg (PSB) perguntou a Jofran Frejat (PR) sobre a nomeação dos administradores regionais. O senador garantiu que fará eleições para escolher os chefes das administrações. O candidato do PR criticou a proposta e afirmou que, caso o eleito seja adversário político do governador, isso pode prejudicar as cidades e os moradores.

Frejat questionou Rollemberg sobre suas propostas para melhorar a educação no DF. O senador garantiu que fará a “educação integral de verdade”, com a capacitação de professores. O concorrente do PR lembrou que é dele a proposta de criação da Faculdade de Saúde do DF. Por diversas vezes, ele destacou que o senador ingressou de forma “ilegal” no serviço público. Rollemberg é funcionário do Senado Federal e passou a integrar os quadros do órgão quando ainda não havia concurso para a Casa.

Clima esquentou

No segundo bloco, o clima esquentou. Ambos responderam a perguntas de jornalistas. Na primeira pergunta, Frejat falou sobre os planos para a área da Saúde. “Fui secretário por quatro vezes e peguei o setor muito ruim e transformei em referência nacional.” Já Rollemberg afirmou que o atual modelo está ultrapassado e quer investir no programa Saúde da Família.

Os dois trocaram farpas sobre o envolvimento de aliados em escândalos. Enquanto Rollemberg atacou os parceiros políticos de Frejat – Luiz Estevão, Valdemar Costa Neto e José Roberto Arruda -, o adversário tratou das acusações que pesam contra o suplente do senador. Rollemberg lembrou que Frejat responde a quatro processos por improbidade administrativa do período em que ocupou a Secretaria de Saúde.

Mais acusações

No terceiro bloco do debate, Jofran Frejat continuou atacando o adversário. Criticou o fato de o senador ter apoiado os governos da presidente Dilma e do governador Agnelo Queiroz e, agora, estar do lado de Aécio Neves (PSDB).

Os dois candidatos que disputam o GDF também trataram de outras temas, como a cultura o DF e a relação da capital com o Entorno. Frejat prometeu melhorias na infraestrutura e mais apoio aos artistas locais. Rollemberg, por sua vez, garantiu que vai manter o programa Morar Bem.

Fonte: Correio Braziliense

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *