CLDF: Delmasso opina sobre o que esperar neste segundo semestre na CPI da Saúde

Foto: Reprodução

Distrital falou sobre o escândalo das gravações e as investigações da comissão

Por Fred Lima

Um dos participantes da convenção que lançou o nome do vereador Pábio Mossoró (PSDB) à Prefeitura de Valparaíso de Goiás, o deputado distrital Rodrigo Delmasso aproveitou para falar ao Blog sobre o escândalo recente dos áudios, que agitou a CPI da Saúde na Câmara Legislativa do DF. “As gravações revelam uma suposta organização criminosa dentro de alguns órgãos do Governo de Brasília. A CPI da Saúde é composta por parlamentares muito qualificados, a começar pelo deputado Wellington Luiz (PMDB), que é o presidente da Comissão, um agente da Polícia Civil que reúne muita competência para investigar tudo isso. Acredito que o segundo semestre vai servir para elucidar os fatos”, afirmou o distrital.

Delmasso defende a punição para quem possivelmente tenha praticado atos corruptos no GDF. “Se de fato existe corrupção nas secretarias mencionadas nas gravações, os corruptos devem ser punidos. Se forem servidores públicos, devem ser demitidos do serviço público”, defende o deputado.

“Se nenhum ato de corrupção ficar comprovado, a CPI deve focar em seu principal objetivo, que é a melhoria da saúde no DF, com sugestões e averiguações sobre os serviços prestados à população”, concluiu.

A CPI da Saúde confirmou reunião ordinária para esta quarta-feira (3), a partir das 9h30, no plenário, quando deverão ser votados requerimentos de convocação e convites a vários depoentes, citados nas gravações divulgadas pela sindicalista Marly Rodrigues. As datas das oitivas também serão definidas pelos parlamentares, na próxima quarta.

Da Redação

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *