CLDF: Crise hídrica é tema de pronunciamentos em plenário

Deputados distritais se pronunciaram durante a sessão desta quarta-feira (21) sobre a crise hídrica por que passa o Distrito Federal. O deputado Rodrigo Delmasso (PTN) destacou que os reservatórios estão operando com 38% da capacidade e alertou para o racionamento de água em várias localidades.

Delmasso contou ainda ter pedido para a Caesb e para a Adasa, há um ano, a elaboração de um plano emergencial para situações de crise. O distrital reforçou também a necessidade de se investir em prevenção, com medidas como o reuso de água.

O deputado Joe Valle (PDT) lembrou o impacto do crescimento desordenado e das ocupações irregulares nas nascentes e mananciais do DF e pediu o apoio do GDF para os produtores rurais, “que trabalham na conservação da água”. Ele sugeriu ainda que a Câmara Legislativa utilize seus recursos para publicidade na elaboração de campanhas educativas para a economia de água.

Já o deputado Chico Leite (Rede) defendeu ser preciso discutir soluções para a situação de escassez e convidou os colegas para comissão geral sobre o tema amanhã, no plenário, a partir das 15h.

Violência contra a mulher – O deputado Chico Vigilante (PT) apresentou resultado de pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública mostrando que um terço dos homens entrevistados culpam as mulheres pelos estupros sofridos. “Não queremos esse tipo de sociedade”, disse, apontando que uma mulher é estuprada a cada 11 minutos no Brasil. “O estupro é o pior dos crimes. Ele destrói a alma. É preciso tomar consciência e combater esse crime, que não merece piedade”, completou. Já a deputada Telma Rufino (sem partido) defendeu “cortar lá embaixo mesmo”, como forma de combater o estupro.

Medicamentos – Em seu pronunciamento, o deputado Professor Reginaldo Veras (PDT) levantou a questão da falta de medicamentos da farmácia de alto custo no DF. Ele elencou uma lista com diversos remédios em falta, a exemplo de amantadina, morfina e codeína. E preparou um requerimento de informações a ser remetido à Secretaria de Saúde questionando os motivos e cobrando uma solução.

Plenarinha – O projeto, realizado pela CLDF em parceria com a Secretaria de Educação do DF, vai reunir cerca de 2 mil crianças na Câmara até sexta-feira (23). Entre as ações, há uma exposição de maquetes, desenhos e pinturas realizados por crianças de escolas públicas. As peças estão no foyer do plenário e chamaram a atenção da deputada Luzia de Paula (PSB). “É a exposição mais bela e significativa que já recebemos. Devemos perceber o recado das crianças para cada um de nós”, disse. (CLDF)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *