Funap-DF lança projeto para doação de roupas a presos do regime semiaberto

Vestimentas são destinadas àqueles que trabalham por meio de contratos da fundação

 

Detentos que cumprem o regime semiaberto e estão empregados por meio da Fundação de Amparo ao Trabalhador Preso do Distrito Federal (Funap-DF) podem receber roupas e acessórios doados.

Por meio do projeto Borboleta, a fundação quer apoiar os reeducandos para que se apresentem de forma adequada nos locais de trabalho.

Para isso, foi lançada uma campanha de arrecadação de roupas, voltada a órgãos públicos e privados e aberta à comunidade em geral.

As peças devem ser entregues, sem prazo determinado, na sede da Funap, no Setor de Indústria e Abastecimento (SIA), Trecho 2, Lotes 1835/1845, 1º andar. Dúvidas podem ser esclarecidas pelo telefone (61) 3233-8215.

O diretor-executivo da Funap, Nery do Brasil, ressalta que o projeto é fundamental para o processo de reintegração social de pessoas presas. “Muitas não têm nem sequer uma roupa para o início das atividades nos contratos e precisam desse olhar, que agrega valor e resgata a autoestima delas”, ressalta Brasil.

Para o subsecretário do Sistema Penitenciário do DF, da Secretaria da Segurança Pública e da Paz Social, Anderson Spíndola, é uma forma de “oferecer dignidade às pessoas que encontram uma oportunidade de trabalho mas não dispõem de uma vestimenta ou de alguém que as acolha.”

A Funap gerencia 67 contratos de trabalho com empresas públicas e privadas para inserção da mão de obra carcerária. Por exercerem essas funções, mais de 1,2 mil homens e mulheres recebem remissão de pena — para cada três dias trabalhados, um é abreviado da sentença — e são remunerados por meio da bolsa-ressocialização. (Agência Brasília)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *