558 nomeados na Saúde do DF

A despeito de todo o discurso de crise financeira, agora que o governo está fora do limite prudencial para gastos com pessoal imposto pela Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF), acendeu a luz da esperança de quem espera por nomeação no serviço público. Depois de elaborar requerimento para cobrar um cronograma de nomeações dos concursados, ontem, o deputado distrital Cláudio Abrantes (sem partido) foi à Secretaria de Saúde pedir explicações sobre o assunto. E ouviu do secretário Humberto Fonseca que foi encaminhada à Secretaria de Planejamento uma relação com 558 nomeações para vagas deixadas por aposentados. A previsão, conforme o chefe da pasta, devem ocorrer ainda este ano.

Categorias

Os mais de 500 servidores devem ser nomeados entre categorias como médico clínico geral, médico da família, odontólogo, enfermeiro, biomédico, fisioterapeuta, terapeuta ocupacional, assistente social, técnico administrativo, técnico em patologia e técnico em enfermagem. (Ponto do Servidor/JBr)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *