Ping pong com Washington Mesquita

 

Por Fred Lima

 

Na estreia da coluna “Ping Pong”, o entrevistado da vez é o ex-deputado distrital, Washington Mesquita (PTB). Considerado braço-direito do famoso padre Moacir Anastácio, da Paróquia São Pedro, de Taguatinga Sul, Washington foi deputado na legislatura 2011-2015, tendo disputado a reeleição em 2014, obtendo 12.918 votos, mas ficando de fora por causa do quociente eleitoral.

O senhor é pré-candidato à CLDF na próxima eleição?

Sou pré-candidato. As pessoas que votaram em mim exigem a minha volta, incluindo os meus parentes e amigos. Venho me preparando nos últimos três anos com muita oração e comunhão espiritual. Estou renovado para voltar à Câmara Legislativa e fazer a diferença a partir de 2019.

Qual será a sua principal bandeira na Câmara, caso seja eleito?

É a minha obrigação defender a família e a Palavra de Deus, como batizado e crismado na Igreja Católica Apostólica Romana. A minha grande bandeira será o trabalho que fiz na Câmara, ou seja, manter as portas do gabinete abertas à população, ouvir as demandas das comunidades de base e procurar ação imediata e efetiva junto aos órgãos governamentais. A função de deputado distrital é escutar o clamor das ruas, conhecer a necessidade das pessoas e saber o que a cidade precisa, cobrando ajuda das administrações, dos órgãos competentes e do Governo do Distrito Federal, além de fiscalizar as ações do Poder Executivo.

Mesmo inocentado pelo recebimento de R$ 350 mil do ex-senador Gim Argello, sabemos que a investigação da Polícia Federal contra o padre Moacir abalou a confiança de alguns fiéis. O senhor acredita que isso pode prejudicar o seu desempenho eleitoral e de outros possíveis pré-candidatos da paróquia?

Foi uma grande injustiça o que houve com o padre Moacir, tendo em vista que a doação feita pelo Gim foi recebida e prestada conta, conforme manda a legislação. Tudo feito às claras. O dinheiro recebido foi utilizado para custear a Semana de Pentecostes, a construção do estacionamento do Centro de Evangelização, pagando com cheque e recebendo as notas fiscais, já apresentadas à Justiça. O parecer da PF o inocentou. Tenho absoluta certeza que esse processo será arquivado nos próximos dias. O padre é uma pessoa íntegra, correta e sensata. Sempre prezou pela legalidade e moralidade. Acredito que não prejudica em nada. As missas continuam lotando. Pentecostes este ano foi um sucesso. Ano que vem, no vigésimo ano, vamos colocar mais de 1 milhão de pessoas no TaguaPark. Isso demonstra a liderança que ele exerce, mas, principalmente, a graça de Jesus Cristo que está nele. Quem conhece melhor o padre Moacir não sou eu, nem você e nem o povo que frequenta as missas. É Deus!

 

Da Redação

 

5 thoughts on “Ping pong com Washington Mesquita

  1. Gostaria de convidar o amigo Washington paraas minhas despedidasno dia 18.
    Gostaria tambem de ter o what’sapo dele paracme comunicar

  2. Parabéns ao ex deputado Washington Mesquita e o Padre Moacir Anastácio pelo maravilhoso trabalho de evangelização através das missas de cura e libertação. Conheço muito bem o trabalho honesto de vocês na Paróquia São Pedro, e Deus vai continuar agindo até o fim dessa missão, que é evangelizar.

  3. Valeu Washington Mesquita, as portas do inferno jamais prevalecerá sobre a nossa Igreja pois assintamos Jesus o seu fundador!!!!

  4. Parabéns ao amigo Washington Mesquita por seu trabalho tão lindo junto a igreja católica, tenho certeza que se eleito novamente, fará um grande trabalho como anteriormente…Boa sorte amigo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *