Ping pong com Cristiano Araújo

 

Por Fred Lima

 

Eleito deputado distrital pela primeira vez com apenas 23 anos, Cristiano Araújo é um jovem que está em seu terceiro mandato na Câmara Legislativa do DF, tendo sido secretário de Ciência, Tecnologia e Inovação (2011) e secretário de Desenvolvimento Econômico do DF (2012) durante o governo Agnelo Queiroz. Filiado ao partido do vice-governador, Renato Santana, Cristiano fala sobre os planos do PSD para 2018 e seu futuro político.

O PSD vai de fato romper com o governo Rollemberg e caminhar separado em 2018?

A última declaração do presidente do partido, deputado federal Rogério Rosso, é de que o PSD terá candidato ao Palácio do Buriti. A legenda permanece apoiando o governador Rodrigo Rollemberg. A decisão não será tomada agora, mas apenas quando a eleição estiver próxima. A minha posição pessoal é de que a sigla deve se manter na base governista, votando a favor dos projetos que são importantes para a cidade, garantindo a governabilidade da atual gestão. A executiva do partido deve começar a discussão no momento oportuno.

Quais são seus principais projetos que tramitam na Câmara?

Está tramitando um projeto importante na Casa, que regulamenta o Plano de Descentralização Administrativa e Financeira (PDAF) para a Secretaria de Educação. Apresentei o PL em 2015, no início da atual legislatura. O Executivo também encaminhou um projeto normatizando esse programa. A proposição prevê que os recursos irão para as regionais de ensino de forma mais ágil, sem burocracia, dando liberdade ao diretor da escola para executar um orçamento de até R$ 150 mil em pequenas obras.

E os aprovados?

A Câmara aprovou uma lei de minha autoria, que torna preferencial todos os assentos no transporte público do DF (ônibus e metrô) para deficientes, grávidas e idosos. Outra lei importante é a que desobriga os usuários de eventos culturais e cinema a comprarem somente na lanchonete do estabelecimento. Hoje, o usuário pode levar o seu lanche adquirido em outro local.

O senhor será candidato à reeleição na CLDF ou pretende alçar voos maiores?

Serei candidato a mais um mandato na Câmara.

 

Da Redação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *