Ping Pong com o deputado Reginaldo Veras

 

Por Fred Lima

 

Professor desde 1992, Reginaldo Veras (PDT) pode ter entrado na política, mas não abandonou a sala de aula. O deputado distrital concilia a atividade parlamentar com a de professor de Atualidades em diversos cursos preparatórios do DF.

Novato na Câmara Legislativa do DF, Veras é um dos representantes do seguimento educacional na Casa, assim como o Professor Israel (PV).

Em conversa com o Blog do Fred Lima, o distrital falou sobre sua adaptação na Câmara, o projeto de sua autoria mais importante para o setor educacional e as próximas eleições. Confira:

 

O senhor está em seu primeiro mandato de deputado distrital. Foi difícil se adaptar à política legislativa?

Não. Preparei-me para isso.

 

Sua área de atuação é a educação. Qual projeto importante de sua autoria aprovado para esse setor?

O que garante o vale alimentação e vale transporte dos professores de contrato temporário. Além disso, fui relator do Plano Distrital de Educação – PDE e da maior parte de emendas desse projeto. Fui o autor e pressionei o governo para encaminhar a lei que regulamenta o Programa de Descentralização Administrativa e Financeira – PDAF. Fiz o mesmo com o projeto que altera a Lei da Gestão Democrática, todos aprovados e com grande impacto para o setor educacional.

 

Disputará à reeleição ou desistirá da política?

Disputarei a reeleição só mais uma vez. Caso contrário, vira carreirismo. Pleitearei qualquer cargo em 2022, menos o de distrital e governador. Se não obtiver sucesso, abandono a política.

 

Educação.

É a base.

 

Alunos.

São os meus maiores admiradores e eleitores, bem como o meu objeto de vida profissional.

 

Professores.

Grandes guerreiros e companheiros de trabalho, sem os quais a educação faliria de vez, considerando que o estado não tem cumprido a sua função.

 

Honestidade.

É a marca.

 

Ciro Gomes.

Meu presidente.

 

Da Redação

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *