Santana baixa o nível e perde a razão

 

Por Fred Lima

 

Ao chamar o governador do DF, Rodrigo Rollemberg, de “vagabundo”, o vice-governador, Renato Santana, abandona o decoro e a institucionalidade do cargo que exerce para fazer o papel de líder de torcida.

Até poucos meses atrás, o PSD, partido de Santana, ocupava a Secretaria de Justiça do governo, além de outros cargos, mesmo com o titular e o vice vivendo um verdadeiro cabo de guerra.

Coordenador das administrações regionais nos primeiros dezessete meses de governo, Renato Santana foi eleito na mesma chapa de Rollemberg, diferentemente de qualquer secretário ou administrador. Por este motivo, teve papel importante na formação do governo e exerce um cargo institucional.

Independentemente dos erros do governador, como na exoneração via Diário Oficial de funcionários do gabinete da vice-governança, Santana não pode baixar o nível e atacar a honra do chefe do Buriti, a ponto de se referir a ele utilizando termos pejorativos.

Perde a razão por causa da emoção, a mesma que fez com que ele insinuasse que Rollemberg fosse racista no plenário da Câmara dos Deputados.

Chega de mimimi e baixaria.

 

Da Redação

 

One thought on “Santana baixa o nível e perde a razão

  1. Parabéns pela imparcialidade e seriedade da matéria. Os receptores da notícia é que ganham com a coêrencia daqueles que sabem pesar o assunto e levar a bom termo a informação veiculada. Principalmente em tempos de falknews e véspera de eleições.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *