Reguffe defende direito a candidatura sem filiação partidária

O senador Reguffe (sem partido/DF) defendeu o direito de as pessoas se candidatarem a cargos no Legislativo e no Executivo sem a obrigatoriedade de se filiarem a um partido político. Ele lembrou ter apresentado proposta (PEC 6/2015) nesse sentido pouco depois de tomar posse, em 2015.

Reguffe disse que sua proposta foi criticada porque, sem filiação partidária, cada parlamentar seria como um partido político e o governo seria forçado a negociar separadamente com centenas de legisladores. O senador condenou a prática e ressaltou que, para ele, o voto de um parlamentar não tem que ser uma questão de negociação, mas sim uma questão de convicção.

— Ele não tem que pensar que naco do Estado ele vai ter, que cargos ele vai indicar. Ele tem que pensar se aquela proposta é boa ou ruim para a população, única e exclusivamente pensar se aquilo é bom ou ruim para a população. (Agência Senado)

 

2 thoughts on “Reguffe defende direito a candidatura sem filiação partidária

  1. A proposta é interessante porque os partidos políticos são verdadeiros feudos ou faz o jogo ou estará fora concordo mas tem que ter critérios,se não qualquer leigo quer ser candidato a alguma cargo eletivo..

  2. Sou a favor, partido político é sinônimo de corrupção, de mandos e desmandos. Democracia é isso, sem obrigatoriedade de filiação, ou de votação, ou de propaganda eleitoral obrigatório. O nome obrigatório contraria qualquer democracia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *