O debate mais chulo da história eleitoral do DF

Foto: Michael Melo/Metrópoles

 

Por Fred Lima

 

Faltam apenas 13 dias para a eleição. Em vez de tentar convencer o eleitor com propostas viáveis para melhorar o Distrito Federal, a maioria dos postulantes ao cargo de governador partiu para o confronto direto no debate promovido ontem (24) pelo portal Metrópoles, mas de forma desrespeitosa e baixa, algo que não se via nem mesmo durante a guerra entre azuis e vermelhos.

O confronto é importante para questionar pontos do programa de governo e do histórico político de cada candidato. Só que o que se viu foi um show de acusações sem muita consistência, baseado no disse me disse. A capital da República merece mais respeito dos candidatos ao GDF.

Eliana Pedrosa (Pros), líder das últimas pesquisas de intenção de voto, foi a única dos cinco primeiros colocados nos levantamentos que se preocupou em apresentar propostas e evitar embates destrutivos, ao contrário de Alberto Fraga (DEM), Ibaneis Rocha (MDB), Rodrigo Rollemberg (PSB) e Rogério Rosso (PSD), que aderiram à carnificina política.

O excesso de postulantes ao governo pode ser um dos motivos da queda do nível do debate. Quanto mais concorrentes, maior a possibilidade de partirem para o vale-tudo na reta final, com o objetivo de conquistar os indecisos, tática da velha política.

Com exceção de um ou outro candidato, Brasília merece uma classe melhor de políticos, que se preocupe com os mais necessitados e apresente proposições viáveis para sanar os graves problemas da cidade, não ataques abaixo da cintura, que desvirtuam o debate principal.

 

Da Redação

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *